Cozinheiros (versão CdA)

A ESTE apresenta no próximo dia 29 de Abril, domingo, pelas 16h00, no Jardim Municipal de Pombal o espectáculo "Cozinheiros” (versão Commedia dell’Arte), com direcção de Nuno Pino Custódio em co-criação com Ricardo Brito.
Sinopse
Partindo de, Cozinheiros (12ª criação de Dezembro de 2009), a ESTE – Estação Teatral propõe um desdobramento para uma versão de Commedia dell´Arte da mesma ideia dramatúrgica de Arnold Wesker.
Teatro com máscara, de cariz iminentemente cómico, onde o gesto e a acção são predominantes, seguindo uma das tradições mais nucleares do teatro tradicional ocidental, disposta para acontecer ao ar livre (como uma praça, uma rua ou um jardim) permitindo um relacionamento mais directo e integrado com os espectadores, estejam estes mais dispersos ou mais concentrados.
Quatro Zanni ocupam os lugares dos quatro cozinheiros da versão estreada em 2009. A despersonalização e a tipificação de personagens, o exagero, o grotesco e a amplificação dos gestos, onde a máscara é a explosão da cara no corpo, o jogo predominantemente coreográfico, a relação íntima entre a voz e o gesto, o canto e a dança, o recurso às onomatopeias, a relação directa, olhos-nos-olhos, entre actores e espectadores são algumas das variantes ou intensificações do espectáculo original onde, por caminhos diferentes, se busca encontrar a mesma essência desenhada por Arnold Wesker em finais dos anos 50: a de que uma sociedade sustentada por uma economia capitalista desumaniza e mata.

ENTRADA LIVRE

Em caso de condições climatéricas adversas, o espectáculo será transferido para a sala principal do Teatro-Cine de Pombal.

Serafinstória - Os contos e os livros

Por patrocínio da DREALG, o contador de histórias tradicionais, Serafim, anima amanhã, dia 27 de abril, no Auditório da nossa escola, duas sessões de contos, pelas 10:05 e 11:40.
Pela direta relação com os conteúdo do programa de Português do 10º ano, as turmas inscritas pertencem todas a esse ano de escolaridade.

Volfrâmio

A ESTE apresenta no próximo dia 28 de Abril, sábado, pelas 21h30, no Teatro-Cine de Pombal, o espectáculo "Volfrâmio", com encenação de Nuno Pino Custódio.
Sinopse
História feita de sangue muito, quando a Segunda Grande Guerra era o palco de todas as atenções e o volfrâmio se tornou febre, ser-se mineiro, dizia-se naquele tempo, era como cavar a própria sepultura. As mulheres enviuvavam cedo. Mas a mina, era tudo. Era o sustento, o trabalho, o encontro, a aprendizagem, a união entre os demais, uma forma mais digna de se estar vivo. Entre o jugo nazi e a prospecção inglesa, os trabalhadores eram obrigados a pagar as próprias ferramentas e a zelar, como pudessem, pela sua segurança. O dinheiro foi-se quase todo dessas bandas da Panasqueira. Mas ficou a certeza de que aqueles que menos possuem e tudo deram são justamente os que ainda conseguem cantar a vida e amar o próximo.

Reportagem TSF aqui.

Gulbenkian publica notícia sobre visita da nossa escola ao Centro de Arte Moderna

Fruto dos relatórios redigidos por alunos do 11ºA1 , A2 e E após visita de estudo, e publicados neste BIBLIOBLOGUE, o site DESCOBRIR + , Programa Gulbenkian Educação para a Cultura redigiu a seguinte notícia:


«No dia 12 de janeiro de 2012, as turmas A1, A2 e E do 11º ano de escolaridade da Escola Secundária de Tavira visitaram o Centro de Arte Moderna e participaram nas nossas atividades.  Estes “aprendizes no mundo da Arte” vinham, assim, à procura de “novas experiências, novas sensações, novas ferramentas de aprendizagem, novos conhecimentos.”

A professora  de Filosofia, Maria Alberta Fitas, com a ajuda dos seus “aprendizes” Carlos Teixeira, Daniela Domingues, Gyulkibar Ahmed e Mariana Carlota criaram um e-book que nos fala sobre «O poder da arte! Arte, sociedade e mudança», «A matemática na Arte» e «Arte e Estética», entre outros. Este e-book é “a prova de que uma visita de estudo é uma atividade privilegiada para a reflexão e a aprendizagem” e que se pode afirmar como um instrumento de verdadeira descoberta do universo fascinante da prática e da fruição das Artes.

Porque contribuímos para a abertura das mentes e horizontes destes alunos, o Descobrir – Programa Gulbenkian Educação para a Cultura – e a sua vasta equipa ficam especialmente estimulados com o entusiasmo destes alunos (e de muitos mais que nos visitam anualmente) e agradecemos este trabalho feito com tanta dedicação pelos alunos. Será sempre um prazer receber a vossa visita. E muitos parabéns a esta professora e alunos!»


   Veja a notícia no seu contexto original AQUI

Relembre as notícias publicadas neste blog sobre a visita ao CAM:




A Demanda

O Teatro Amador Pombal apresenta no próximo dia 27 de Abril, sexta-feira, pelas 21h30, no Salão Paroquial da Ilha, a peça "A Demanda", com encenação de Rui M. Silva e dramaturgia de Paulo Moreiras.
Sinopse
Percorrendo mundos e fundos na busca de uma vida melhor – denominador comum tanto a esta personagem do século XIV como do espectador do século XXI – ele irá cruzar-se com os mais diferentes personagens, viver contrariedades e sortes, aprender a vida vivendo-a.
E graças a Fuas, todos nós poderemos sorrir, rir e (re)descobrir a emoção de vermos em palco alguém que comunica com a essência de nós mesmos.

ENTRADA LIVRE

Concurso Jovens Jornalistas de Ciência - equipa «Scientia», da ESJAC na final


A Figueira da Foz espera por eles!


Entroncamento, Tavira, Braga, Porto e Beja  na final de «JJC»


«Espaço Científico» vai à frente com escassa margem de três pontos


A equipa «Scientia», de Tavira, ficou em segundo lugar na primeira fase do concurso «Jovens Jornalistas de Ciência”. Arrecadou 729 pontos, menos três do que a “Espaço Científico” do Entroncamento e apenas mais três do que a «Science Today» de Braga.

    Foi uma primeira fase, constituída por três provas, a que concorreram 147 equipas de todo o continente.
Chegaram ao fim as cinco melhores equipas.
    A Figueira da Foz vai receber no próximo dia 25 de maio uma final inédita neste tipo de concursos. Durante cinco horas, os participantes vão fazer uma entrevista ao vivo a um ou uma cientista de que apenas tomarão conhecimento no início da prova que começa às 15 horas.
    Trata-se de uma entrevista escrita que terá um máximo de cinco mil caracteres (incluindo os espaços). Durante duas horas, terão oportunidade de fazer investigação sobre o ou a cientista com quem vão conversar e podem ter grupos de apoio que os ajudem nesse trabalho de pesquisa. Nesta primeira parte podem ter a colaboração direta dos seus professores. Seguidamente, têm meia hora para efetuar a entrevista e depois dispõem de duas horas e meia para a escrever. Os professores não participam na entrevista nem na redação direta da mesma.

    Os resultados e as distinções a atribuir serão conhecidos apenas no dia seguinte durante a V Gala da Ciência que se realiza no Casino da Figueira da Foz a partir das 19:30h.
Vão ser, por certo, momentos muito especiais.
 A professora, Maria Helena Bartolomeu 

Estamos a tornar-nos crias de robots


"Poderá a tecnologia atenuar a solidão ou, 
pelo contrário, contribuirá para desumanizar o mundo?"

    Sei que esta não é a maneira mais correta de começar uma composição cuidada, mas deixemo-nos de cortesias, porque a ironia de Ricardo Araújo Pereira está a apoderar-se de mim.
    Tecnologia. Solidão. Estas palavras vão ser o centro da minha composição não muito cuidada.
    Quando pensamos em tecnologia e falamos em cartas, uma ideia assustadora apodera-se de nós. Vou aproveitar-me dessa ideia.
     Primeiro facto: o número de idosos aumenta, assim como o desenvolvimento da tecnologia, e por sua vez a solidão. Na minha opinião, a relação entre o Homem e a Natureza (mundo) estaria bem melhor há cinquenta anos. Confesso que a tecnologia tem vindo a diminuir os problemas da sociedade, mas se calhar até demais.
     Se penso que a tecnologia possa atenuar a solidão? Não, não penso. A tecnologia tem vindo a substituir-nos, a substituir os amigos, a família… Os jogos de futebol até às dezoito horas são agora videojogos com armas e sangue até às duas da manhã; o jantar em família tornou-se cada membro ver um canal de televisão diferente, as cartas às namoradas foram substituídas por e-mails. Agora pergunto-me: onde está a diversão, a amizade, o tempo? E respondo. Está dentro do computador e do telemóvel. Desumanizar o mundo? Já está a acontecer. Os avós ficam sozinhos em casa, porque os netos estão a jogar computador.
       Meus caros,  esta é a minha opinião: estamos a tornar-nos crias de robots, e daqui a cem anos vamos estar gordos e sentados em cadeiras sem mexer o dedo, como demonstra o filme Wall.e.
                A solidão? Infelizmente duvido que seja atenuada, bem pelo contrário.

Adriana Justo Correia - 10º A4

Dia Mundial do Livro

Neste dia mundial do livro e dos direitos de autor, sugerimos a ida a uma livraria para ver as novidades e, quem sabe, comprar um livro.Sugerimos, também, o visionamento da apresentação electrónica que selecionámos e que nos lembra que a livraria mais bela do mundo é portuguesa. Veja lá se não é verdade...



Bons Ofícios - a poesia está na escola e em toda a parte




Fruto de uma parceria entre a nossa Biblioteca e a DREALG realizam-se, segunda-feira, dia 23 de abril, duas sessões no Auditório animadas por Afonso Dias: Bons Ofícios - a poesia está na escola e em toda a parte.

Técnicas de vitrinismo e comunicação - curso profissional de comércio

     Durante a semana escolar de 16 a 20 de abril, os alunos do Curso Profissional de Comércio apresentaram o seu trabalho final do Módulo 8 - Técnicas de Vitrinismo, disciplina de Comunicação no Ponto de Venda.
   O trabalho foi organizado a pares e consistia na apresentação de uma montra simulada, baseada nos métodos e técnicas de vitrinismo e comunicação.
     Com base numa montra temática livre, e dentro das possibilidades, os alunos reuniram artigos, adereços e condições logísticas para a realizar. Desde uma ida à praia buscar areia e vegetação, ao pedido de empréstimo de um manequim ou de artigos de terceiros, os alunos usaram da sua imaginação e criatividade para por mãos à obra e organizar as suas montras, respeitando temas, cores, leis da leitura e da visibilidade, estética e técnicas de atração visual, entre outras. 
   Os trabalhos foram preparados, apresentados e discutidos pelos alunos com o professor António Silva, no decorrer das respectivas aulas, das quais foram tomados os registos em fotografia, conforme se apresentam.
O professor, António Silva

       





 

     

   

 




 

 

 

 

 

Dia Mundial do Livro 2012

       O DIA MUNDIAL DO LIVRO comemora-se a 23 de abril, data simbólica escolhida pela UNESCO por nessa dia terem falecido grandes escritores como Miguel de Cervantes e William Shakespeare.
       Para relembrar a importância dos livros ao longo da nossa vida, aqui deixamos uma sugestão  da aluna Maria de Fátima Nunes (11º A2): a curta metragem de animação The Funtastic Flying books of Mr. Morris Lessmore.
       Esta curta-metragem de animação foi galardoada este ano com o Óscar da sua categoria (84ª cerimónia dos Óscares). Com uma variedade de técnicas de animação, que incluem o stop-motion, miniaturas, animação em 2D e CGI, esta curta – que é inspirada pelo Furação Katrina, Buster Keaton, ‘O Feiticeiro de Oz’, e uma paixão por livros – conta-nos a história de pessoas que devotam a sua vida aos livros, acabando os mesmo por retribuir o favor.

Remover estrutura de ferro sob o tampo das mesas é a próxima iniciativa do Mentes Empreendedoras

Todos os dias, mais de 250 mesas complicam a vida de alunos e professores graças à grade de ferro que possuem por debaixo do tampo - desde a construção da escola com base num modelo sueco. Após o toque, quando nos levantamos das mesas, ou durante uma simulação de sismo, é frequente o aparecimento de nódoas negras, visto que os alunos não se conseguem acomodar na carteira ou não se conseguem colocar debaixo desta.
Sabendo o que dói, o grupo Mentes Empreendedoras da escola decidiu propor à Direção a remoção de todas essas estruturas de ferro. A ideia será tornar mais confortável o tempo de aula, bem como construir uma peça de arte para expor na escola com o ferro que for removido.
Neste momento, estamos a tratar de questões logísticas para tornar o mais célere possível o processo de remoção. 


            Queres ajudar-nos? 
Tens alguma ideia para angariar dinheiro? Fala connosco!
                                                                                                             Carlos Teixeira
                                   (Clube Mentes Empreendedoras)

Alunos plantam mais de 30 árvores em iniciativa do Mentes Empreendedoras


            Atualmente, sentimos na pele os efeitos de uma postura incorreta perante o Ambiente. Ser compassivo com esta realidade, sem nada fazer para a alterar, é o caminho errado para qualquer cidadão. É nesse sentido que surge a iniciativa do clube Mentes Empreendedoras da escola.
Com o intuito de ser proativo na sua comunidade e de comemorar o Dia Mundial da Floresta (21 de março), o grupo organizou, em parceria com a Câmara Municipal de Tavira e a Autoridade Florestal Nacional, uma plantação de árvores que teve lugar no passado dia 23 de março, entre as 9h00 e as 13h00, na Mata da Conceição.
Empenhados, 39 alunos do 10º, 11º e 12º anos das mais diversas áreas, cortaram arame, criaram proteções para as árvores não serem comidas pelos gamos, martelaram, escavaram, enfim… Fizeram de tudo um pouco, sempre com a preciosa e enriquecedora ajuda dos Sapadores Florestais e dos engenheiros da Divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Tavira. Trinta e quatro árvores foi o resultado final, sendo choupos, freixos, sobreiros e medronheiros as espécies plantadas.
Fica a promessa de, em breve, voltarmos a repetir um evento desta natureza!
                                                                     Carlos Teixeira 
                                                                                              (Clube Mentes Empreendedoras)





A coordenação do Clube Mentes Empreendedoras


No âmbito do workshop "Mentes Empreendedoras", realizado na nossa escola, no passado dia 11 de janeiro, foi-nos proposto formar um clube do projeto na escola. De imediato, interessei-me, tal como outros colegas. Entre os colegas que aceitaram o desafio, surgiu a proposta de ser coordenador do clube ME de Tavira. Prontamente, aceitei o desafio e, hoje, já lá vão dois meses desde que começámos.
Quinzenalmente, reunimo-nos na sala 7, do bloco 1, às sextas-feiras, a partir das 15h50. Nestas reuniões, discutimos o que achamos que está menos bem à nossa volta, quais as futuras iniciativas e começamos a organizar-nos, de forma a produzir resultados.
Como em tudo na vida, o início é difícil, porque os obstáculos surgem a todo o momento. Mas, com dedicação, tudo se resolve! 
Ideias e companheiros para a equipa são sempre bem-vindos… Portanto, bate-nos à porta!
                                                                                                                                                  Carlos Teixeira 
(Clube Mentes Empreendedoras)

Movimento Tavira em Transição


O movimento de cidadania ativa para a sustentabilidade dinamiza, amanhã, quinta-feira, dia 19 de abril duas sessões de apresentação, "Tavira em Transição",  no auditório da nossa escola.


Esta atividade tem a colaboração das professoras de Biologia,  Augusta Carvalho e Teresa Afonso, e da professora de Filosofia, Fernanda Santos, que organizaram a inscrição de várias turmas. Porém, aceita-se a presença individual de alunos e professores que ainda não se encontrem inscritos na atividade.
.

A História de um Cão

Beto Hinça apresenta no próximo dia 22 de Abril, domingo, pelas 16h00, no salão da Junta de Freguesia da Pelariga, o espectáculo de marionetas "A História de um Cão".
Sinopse
Espectáculo de marionetas de fios onde o protagonista é um cão que adora brincar, correr atrás das galinhas, procurar restos no caixote de lixo e andar às turras com o gato. À noite ladra e incomoda toda gente. É a história de um cão que vive procurando confusão!
Concebido sem palavras, o espectáculo é destinado ao público de todas as idades. História originalmente criada por Beto Hinça, que também assina a confecção das marionetas e do cenário.

ENTRADA LIVRE

Ciclo de Palestras de Matemática - alunos da nossa escola dão palestras na Escola Básica Dom Paio Peres Correia


De 22 a 23 de março decorreu um Ciclo de Palestras de Matemática nas escolas de Tavira. Esta foi uma iniciativa do Grupo de Matemática, tendo alunos da nossa escola sido responsáveis pela dinamização de palestras junto dos seus colegas do ensino básico.
A presente mensagem contempla unicamente as palestras ocorridas na Escola Dom Paio Peres Correia no dia 23 de Março:



Palestra 1: Fractais e geometria fractal

“Um fractal (anteriormente conhecido como curva monstro) é um objeto geométrico que pode ser dividido em partes, cada uma das quais semelhante ao objeto original. Diz-se que os fractais têm infinitos detalhes, são geralmente autossimilares e independentes da escala.
Em muitos casos um fractal pode ser gerado por um padrão repetido, tipicamente um processo recorrente ou iterativo.”
                                                                                                                                                                      Retirado de :http://pt.wikipedia.org/wiki/Fractal


Público-alvo: Alunos do 3º Ciclo

Dinamizadores: Carolina Tijaleiro, David Amaro, Márcia Cartó e Margarida Silva


Palestra 2: O número de ouro

O Número de Ouro é um número irracional misterioso e enigmático que surge numa infinidade de elementos da natureza na forma de uma razão, sendo considerado por muitos como uma oferta de Deus ao mundo. A designação adotada para este número, (Phi maiúsculo), é a inicial do nome de Fídias que foi escultor e arquiteto encarregado da construção do Pártenon, em Atenas.”


Público-alvo: Alunos do 3º Ciclo

Dinamizadores: Artur Gomes, Leonor Loureiro e Rita Silva




Ciclo de Palestras de Matemática - alunos da nossa escola dão palestras na EB n.º 1 de Tavira


De 22 a 23 de março decorreu um Ciclo de Palestras de Matemática nas escolas de Tavira. Esta foi uma iniciativa do Grupo de Matemática, tendo alunos da nossa escola sido responsáveis pela dinamização de palestras junto dos seus colegas do ensino básico.

A presente mensagem contempla unicamente as palestras ocorridas na Escola Básica n.º 1 ( escola da Estação) , no dia 22 de Março:


Palestra 1: Evolução do Conceito de Número


“Entre os sistemas de numeração da antiguidade destacam-se: o egípcio, o romano, o babilónio, o maia e o indo-arábico.Em todos os sistemas de numeração da antiguidade havia os princípios de agrupamento e de troca, mas poucos tinham o princípio do valor posicional ou um símbolo para representar o zero.
Atualmente, o Sistema de Numeração mais utilizado é o sistema decimal (base 10), assente na utilização de dez dígitos. Alguns historiadores supõem que o sistema decimal foi adotado pelo homem primitivo por compatibilidade com o número de dedos das mãos.
A base de um sistema é a quantidade de algarismos disponível na representação. O sistema base 10 competiu, para se tornar o sistema padrão, durante uma fase longa da história da humanidade com o sistema de numeração base 60, cujos resquícios ainda são vistos no sistema de divisão do tempo, 1 minuto de sessenta segundos e 1 hora de sessenta minutos, e na trigonometria, onde o círculo é dividido em 360 graus (660). Os computadores utilizam a base 2 (sistema binário) e os programadores, por facilidade, usam em geral uma base que seja uma potência de 2, tal como 24 (base 16 ou sistema hexadecimal) ou eventualmente ainda 23 (base 8 ou sistema octal).”

Público-alvo: Alunos do 1º Ciclo
Dinamizadores: Inês Faleiro, Mariana Faleiro, Marta Faleiro, Nuno Custódio e Rita Simão


Palestra 2: Regularidades e Sequências

Ao longo dos tempos este “ problema dos coelhos”, proposto por Fibonacci, matemático do século XIII, despertou muito interesse no mundo dos matemáticos.
Curiosamente, nos dias de hoje, continua a ser alvo de estudo, já que a sua solução se baseia numa sequência de números, rica em regularidades e curiosas propriedades.
Vamos à descoberta?                                                                      
Grupo 500 - Matemática

Público-alvo: Alunos do 1º Ciclo
Dinamizadores: Carlos Teixeira, Daniela Domingues e Mariana Carlota.





Ciclo de Palestras de Matemática - alunos da nossa escola dão palestras na Escola Básica Dom Manuel



De 22 a 23 de março decorreu um Ciclo de Palestras de Matemática nas escolas de Tavira. Esta foi uma iniciativa do Grupo de Matemática , tendo alunos da nossa escola sido responsáveis pela dinamização de palestras junto dos seus colegas do ensino básico.
A presente mensagem contempla unicamente as palestras ocorridas na Escola Dom Manuel I no dia 22 de Março:

Palestra 1 - Fibonacci e as sequências matemáticas

“Leonardo Pisano ou Leonardo de Pisa ( 1170 - 1250), também conhecido como Fibonacci após a sua morte, foi um matemático italiano, dito como o primeiro grande matemático europeu depois da decadência helénica. É considerado por alguns como o mais talentoso matemático da Idade Média. Ficou conhecido pela descoberta da “Sequência de Fibonacci” e pelo seu papel na introdução dos algarismos árabes na Europa.”
                                        Retirado de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Leonardo_Fibonacci


Público-alvo: Alunos do 3ºCiclo
Dinamizadores: Luana Rocha e Miguel Calejo Pires


Palestra 2 

O número de ouro

“O Número de Ouro é um número irracional misterioso e enigmático que surge numa infinidade de elementos da natureza na forma de uma razão, sendo considerado por muitos como uma oferta de Deus ao mundo. A designação adotada para este número, (Phi maiúsculo), é a inicial do nome
de Fídias que foi escultor e arquiteto encarregado da construção do Pártenon, em Atenas.”


Público-alvo: Alunos do 3ºCiclo
Dinamizadores: Artur Gomes, Leonor Loureiro e Rita Silva







Exposição: Ria Formosa? Um olhar crítico



De 12 a 26 de Abril decorre, na Biblioteca,  a exposição «Ria Formosa?  Um olhar crítico» organizado pela professora Margarida Diniz com a colaboração dos alunos do 11º ano, turmas TOE, TIE e TOE, e ainda da equipa de educação especial e os seus alunos Catarina e Wilson.

Concurso «Jovens Jornalistas de Ciência»: Tavira sobe ao primeiro lugar

Luta muito renhida pela passagem à final
Após os resultados da segunda prova, a equipa Scientia, da Escola Secundária 3EB Dr. Jorge Augusto Correia, de Tavira, lidera a classificação do concurso «Jovens Jornalistas de Ciência» com 486 pontos, mais seis do que a segunda classificada. 

Equipa de Tavira comanda a classificação após a segunda prova


                A equipa Scientia
Carlos Teixeira, Mariana Carlota e Ricardo Rolim (11ºA2)
acompanhados pela professora Helena Bartolomeu            .


Só falta a  terceira prova, uma entrevista áudio, para esta equipa chegar à final, nos dias 25 e 26 de Maio, na Figueira da Foz.

Saiba mais no site Ciência Hoje  aqui

TUDO BAILA EM SEU REDOR

Leirena apresenta nos próximos dias 20 e 21 de Abril, sexta-feira, pelas 14h30 (sessão para IPSS’s) e no sábado, pelas 21h30 (sessão normal), no Teatro-Cine de Pombal, a peça "TUDO BAILA EM SEU REDOR", uma encenação colectiva, com direcção de Frédéric da Cruz.
Sinopse
Um faz-de-conta, no palco baralham-se histórias de uma memória e poemas de uma região que pelo jogo e brincadeira das personagens tudo se volta a dar e a bailar em seu redor.
TUDO BAILA EM SEU REDOR é uma viagem à imaginação e ao faz de conta através de poemas presentes no Cancioneiro de entre o Mar e a Serra da Alta Estremadura, de José Ribeiro de Sousa, Poetas da Região e histórias reais da memória de um povo.
A particularidade desta produção está na construção de um espectáculo para todos, aberto para qualquer espaço e lugar, que nasceu do contacto directo entre gentes da Região Centro pela partilha de histórias, culturas, folclore, entre outras raízes das décadas de trinta, quarenta e cinquenta, que serão a chama e a trama para o espectáculo nascer e acontecer.

Projeto «All roads lead... home», novo intercâmbio

.Se em dezembro passado foi a vez de alunos das turmas 12º A2 e A3 irem de visita a Salemi, agora é a vez dos nossos parceiros nos visitarem. Desejamos-lhes as boas-vindas e esperamos que gostem tanto de estar cá como nós apreciámos ir à Sicília.

Deixamos aqui uma retrospetiva da exposição que decorreu em Fevereiro passado com fotos da nossa visita: 



Galeria de autores de expressão portuguesa - Semana da Leitura 2012

Para assinalar a semana da leitura,que decorreu de 19 a 23 de março, a Rede de Bibliotecas de Tavira concebeu uma Galeria de Autores de expressão portuguesa que figurou nos transportes urbanos da nossa cidade, o Sobe e Desce.
Findo esse período de reforço de motivação para a leitura, compilaram-se todos os autores da nossa galeria no presente e-book:




Os amigos do mar

Ajidanha apresenta no próximo dia 15 de Abril, domingo, pelas 16h00, no Salão Paroquial de Vermoil, a produção infanto-juvenil "Os amigos do mar", com encenação de Bruno Esteves.
Sinopse
Era uma vez um menino que ia sempre à praia. Um dia, o menino ouviu uns barulhos de trás de uma rocha. Era uma Menina do Mar, um caranguejo, um polvo e vários peixes. Os peixes formaram uma orquestra. Ficaram todos amigos, o menino mostrou muitas coisas à Menina do Mar. O menino convidou-a para ir visitar a terra. No outro dia a Menina do Mar disse ao menino que não podia ir porque os búzios tinham dito à Raia Gigante. O menino acordou numa rocha e a maré já estava cheia ele levantou-se e foi para casa. Passaram dias e dias o menino voltava sempre à praia mas nunca mais viu a menina e os seus três amigos. Chegou o Inverno e o menino viu uma gaivota que trazia no bico uma poção para o menino se transformar em Menino do Mar. Tiveram dias e noites a atravessar o mar e finalmente chegaram à ilha onde a Menina do Mar estava. Voltaram para o mar. E a Menina do Mar voltou a dançar no palácio do Rei e ficaram amigos para sempre...
Os amigos do mar, é uma história baseada no conto “A Menina do Mar”, de Sophia de Mello Breyner Andressen, sendo um dos livros para crianças mais conhecidos. Fernando Lopes - Graça compôs uma obra musical a partir deste conto. Faz parte do Plano Nacional de Leitura português, recomendado para o estudo no 5º ano de escolaridade.

ENTRADA LIVRE

Nesta Peça, Peça Tudo

Os "Commedia a la Carte" abrem a edição de 2012 do Festival de Teatro de Pombal com "Nesta Peça, Peça Tudo" no próximo dia 14 de Abril, às 21:30, no Teatro-Cine de Pombal.
Pioneiros em Improv Comedy em Portugal, os Commedia a la Carte apresentam um espetáculo onde o público é que sugere personagens, os temas e o próprio ritmo do espetáculo.
Esta apresentação conta com interpretação de Carlos M. Cunha, César Mourão e Ricardo Peres e sonoplastia de Sérgio Mourato.

Reservas

Reservas para o Festival de Teatro de Pombal 2012




Livre Trânsito - 10
14 Abril | "Nesta Peça, Peça Tudo " | Commedia a la Carte - 4 €
21 Abril | "Tudo Baila em seu Redor" | Leirena - 4 €
28 Abril | "Volfrâmio" | ESTE - 4 €
05 Maio | "1325" | Peripécia Teatro - 4 €